.

Um passo em frente nesta longa escadaria rumo a um sentimento de concretização pessoal. Sou, na minha essência, a mesma... mas visto-me mais de acordo com uma filosofia que é minha, que tomo como minha. Aquela que me autoriza a errar, a arriscar, a ser uma mente aberta, a pagar preços altos pelo que, para mim, faz todo o sentido... momentos de felicidade!

Meu Mundo

"Não sou para todos. Gosto muito do meu mundinho. Ele é cheio de surpresas, palavras soltas e cores misturadas. Às vezes tem um céu azul, outras tempestades. Lá dentro cabem sonhos de todos os tamanhos. Mas não cabe muita gente. Todas as pessoas que estão dentro dele não estão por acaso... São necessárias!" ***Caio F. Abreu

28 de set de 2014

Todo mundo pode sempre...

Ah sim, todo mundo pode ser um tiquinho melhor a cada dia...
Pode falar algo bom de alguém, por exemplo!
Ou permanecer em silêncio quando mil línguas se dispõem a "crucificar" seja quem for.
Pode defen...der de vez em quando, nas muitas vezes que a justiça não é sequer cogitada...
Pode fazer sua parte, e reclamar menos...
Muito do que não funciona no mundo, não é culpa do outro, é nossa. Pense bem.
Tecer um elogio, ao invés de uma intriga...não custa nada...não vai acabar o mundo se reconhecermos o valor de alguém e expusermos isso de alguma forma.
Todo mundo pode sempre, de algum jeito, direta ou indiretamente, ajudar, e muito!
Todos temos grandes poderes de transformação e cura para servir à humanidade...
Comecemos em nós...na reestruturação de nossos ímpetos, na correção de nossas manias sem graça, de "botar o outro para baixo".
Tudo isso, claro, com o exercício diário da boa vontade! Essa coisa linda que faz o olho brilhar...
E se derrama toda em esperança, luz e amor.
E transforma, de verdade, velhos cenários...porque transforma vidas.

Bem aventurados os de boa vontade!


Gi Stadnicki.