Player

.

Um passo em frente nesta longa escadaria rumo a um sentimento de concretização pessoal. Sou, na minha essência, a mesma... mas visto-me mais de acordo com uma filosofia que é minha, que tomo como minha. Aquela que me autoriza a errar, a arriscar, a ser uma mente aberta, a pagar preços altos pelo que, para mim, faz todo o sentido... momentos de felicidade!

Meu Mundo

"Não sou para todos. Gosto muito do meu mundinho. Ele é cheio de surpresas, palavras soltas e cores misturadas. Às vezes tem um céu azul, outras tempestades. Lá dentro cabem sonhos de todos os tamanhos. Mas não cabe muita gente. Todas as pessoas que estão dentro dele não estão por acaso... São necessárias!" ***Caio F. Abreu

27 de dezembro de 2012

Você escolhe ...

De onde vocês olham fica tudo difícil. Difícil de aceitar. Difícil de compreender.
Eu vou vivendo e descobrindo que a paz e o conflito, a tempestade ou a bonança, o grande e o pequeno, é tudo uma questão de perspectiva.
O que você vê no Universo depende da posição em que você se coloca. E o que você sente, também.
Em que lugar você se pôs, meu filho? No lugar do injustiçado, da vítima?No lugar do opressor? No lugar do herói, do defensor? No lugar da poeira, do grão de areia? Do doente, do sofredor?
Sim, porque se cada um está onde se pôs, cada um só enxerga a vida a partir da situação em que se colocou.
A vida lhe parece horrível? A vida machuca? A vida é uma selva? E você, onde está? Por que está aí? O que o levou até esta posição?
Não se engane. A vida é um brilhante de infinitas faces, um sem número de matizes. Mas você escolhe o lado que quer olhar.


Calunga por Rita Foelker

20 de dezembro de 2012

A vida é um fluxo...

Nada Permanece o Mesmo
As estações mudam.
Às vezes é inverno, às vezes é verão.
Se você permanecer sempre no mesmo clima, você se sentirá estagnado.
Você precisa aprender a gostar daquilo que está acontecendo.
Chamo a isso de maturidade.
Você precisa gostar daquilo que já está presente.
A imaturidade é ficar vivendo nos "poderias" e nos "deverias" e nunca vivendo naquilo que "é" - aquilo que "é" é o caso, e o "deveria" é apenas um sonho.
Tudo o que for o caso, é bom.
Ame isso, goste disso e relaxe nisso.
Quando algumas vezes vier a intensidade, ame-a.
Quando ela for embora, despeça-se dela.
As coisas mudam... A vida é um fluxo.
Nada permanece o mesmo; às vezes há grandes espaços e às vezes não há para onde se mover.
Mas as duas coisas são boas, ambas são dádivas da existência.
Você deveria ser grato, reconhecido por tudo o que acontece.
Desfrute o que for. É isso que está acontecendo agora.
Amanhã poderá mudar, então desfrute aquilo.
Depois de amanhã algo mais poderá acontecer. Desfrute-o.
Não compare o passado com as fúteis fantasias futuras.
Viva o momento.
Às vezes é quente, às vezes é muito frio, mas ambos são necessários; de outro modo, a vida desapareceria. Ela existe nas polaridades.


Osho