.

Um passo em frente nesta longa escadaria rumo a um sentimento de concretização pessoal. Sou, na minha essência, a mesma... mas visto-me mais de acordo com uma filosofia que é minha, que tomo como minha. Aquela que me autoriza a errar, a arriscar, a ser uma mente aberta, a pagar preços altos pelo que, para mim, faz todo o sentido... momentos de felicidade!

Meu Mundo

"Não sou para todos. Gosto muito do meu mundinho. Ele é cheio de surpresas, palavras soltas e cores misturadas. Às vezes tem um céu azul, outras tempestades. Lá dentro cabem sonhos de todos os tamanhos. Mas não cabe muita gente. Todas as pessoas que estão dentro dele não estão por acaso... São necessárias!" ***Caio F. Abreu

21 de jan de 2013

Gratidão

Seu desejo mais profundo já foi cumprido, e você foi o último a saber.

Tudo o que você sempre desejou já está presente, aqui e agora - que é o último lugar que você olharia.

O milagre para acabar com todos os milagres está acontecendo, e é neste momento exatamente como ele é. Sim - isso, isso é a graça.

Cada respiração. Cada sensação. Cada som. Aquilo que já foi permitido. Isso que não pode ser bloqueado.

Mesmo a dor, mesmo o tédio, até o mesmo desespero, todas as ondas indesejadas e mal-amadas da experiência humana, estão finalmente autorizadas a inundar no espaço onde "você" não é, e nunca foi. E o paradoxo é este: nada disso pode tocá-lo mais, nem mesmo a maior dor. E, no entanto, você experiencia tudo isso, você sente tudo mais intensamente do que jamais antes, incapaz de bloquear, incapaz de se afastar.

Quem iria se afastar, e de quê? Esta é a vida em sua plenitude, sem reservas.

Então, o que resta a não ser simples gratidão?

Gratidão pelo fato de que nada jamais aconteceu. E se nada acontecer de novo, saiba isto, caro amigo - você esteve aqui para testemunhar o milagre da vida.

Você o conheceu.
Provou disso.
O sentiu.
O viu.
O reflexo de uma lua minguante na janela de um carro.
O sabor da água.
A fragrância do algodão.
As profundidades silenciosas da meditação.
A intensidade feroz do medo. Tem sido o suficiente.

Oh, tem sido mais do que suficiente. Tem sido muito, realmente. Muita graça.

E assim o eu separado afastou-se, e procurou por mais, em busca de um futuro que nunca vem, e não pode vir.

Você só foi buscar a si mesmo..."
Jeff Foster em Gratidão