.

Um passo em frente nesta longa escadaria rumo a um sentimento de concretização pessoal. Sou, na minha essência, a mesma... mas visto-me mais de acordo com uma filosofia que é minha, que tomo como minha. Aquela que me autoriza a errar, a arriscar, a ser uma mente aberta, a pagar preços altos pelo que, para mim, faz todo o sentido... momentos de felicidade!

Meu Mundo

"Não sou para todos. Gosto muito do meu mundinho. Ele é cheio de surpresas, palavras soltas e cores misturadas. Às vezes tem um céu azul, outras tempestades. Lá dentro cabem sonhos de todos os tamanhos. Mas não cabe muita gente. Todas as pessoas que estão dentro dele não estão por acaso... São necessárias!" ***Caio F. Abreu

30 de jun de 2012

Photobucket


















Uma vez li num livro a seguinte frase: “ O Amor não se procura, encontra-se!” E assim é a realidade.

Por mais que procuremos, por mais que nos castiguemos a nós próprios pensando que não somos merecedores desse tipo de Amor, e nos entreguemos a relacionamentos que nada terão para nos dar de positivo. O Amor verdadeiro quando tiver que surgir, ele surgirá. Por vezes onde menos se espera encontra-lo é de onde ele ira aparecer, e muitas dessas vezes quando já havíamos perdido a esperança da felicidade plena, quando já havíamos desistido de lutar, ali surge ele, iluminando o nosso coração e fazendo-nos sentir renascer para a vida.

De inicio podemos não acreditar e sentirmo-nos atónitos face a essa possibilidade, depois, à medida que vamos sendo confrontados, começamos a pensar se não estaremos a iludir-nos, se será mesmo verdade. Até que certo dia, ao olharmos para aquele ser humano, sentimos a certeza brotar de dentro de nosso coração. A partir do momento em que a certeza se instala, não mais poderemos negar essa realidade, que nos foi colocada no caminho. Não quando o queríamos ou mais desejávamos, não quando mais sentíamos necessitar, mas, sim quando tinha que ser.

Duas Almas-Gémeas poderão estar separadas por uma longa distancia, sem nunca se terem encontrado, mas seus corações sentir-se-ão mutuamente, uma vez que é exercido sobre ambos um efeito imane, que se fará vibrar e sentir actuando para que se reencontrem no momento oportuno. Seus corações sentirão um vazio, mesmo que no momento possam estar a viver algum tipo de relacionamento efectivo. Esse vazio é pressentido acompanhado da sensação da ausência física do outro. É um apelo muito intenso que se faz ressoar tão fortemente quanto intensamente. Sentimos que nos falta algo, sem que consigamos determinar propriamente o quê.

Quando ambos estão prontos a viver um relacionamento completo, e ao mesmo nível de consciência viverão uma experiência da qual poucos serão os que poderão congratular-se. Tendo a seu cargo a grande responsabilidade de elevar a vibração energética do Amor na terra, o que acontece de cada vez que duas Almas-Gémeas se unem no plano terrestre, evidenciado todo o seu Amor uma pela outra.

O Amor de Alma-Gémea sustem-se num sentimento de amizade muito vinculado. É um amor que não cobra, não aprisiona e nem vive sobre condicionamentos de espécie alguma. Difícil será tentar imaginar como será uma troca de carinho… um toque físico… mesmo o mais ligeiro toque de pele poderá fazer despontar uma avalanche de sentimentos e emoções de uma forma nunca antes sentida.

As Almas-Gémeas complementam-se em todos os aspectos, despertando todos os sentidos, todas as emoções, todos os sentimentos e todas as sensações e prazeres nunca sonhados, numa união completa de corpo, mente e espirito. Sol / Lua = personificação do que se completa, um não subsiste sem o outro, não fazendo qualquer sentido a existência de um sem o outro.

As energias do céu, da terra e de todo o universo, conspiram a favor do verdadeiro Amor. Aquele que dá o sentido mais amplo e significativo à vida. O que é do ser humano se não for nutrido desse sentimento grandioso que é o Amor. Numa união de Almas-Gemeas o amor será evidenciado, e a troca será mutua, um aprendera com o outro, e a felicidade se fará sentir harmoniosamente. Não existirão limites ou restrições, o amor será evidenciado em pleno.

O universo encarrega-se de nos dar indicações, que não terão qualquer comparação com outras experiências que possamos já ter experimentado, deixando-nos com a sensação de plenitude e felicidade sempre que possamos ter a bem aventurança de estar perto daquele(a) que é nosso complemento divino. E sempre que pensar nessa pessoa, consciente ou inconscientemente, será arrebatado(a) por uma felicidade extrema. É sentida uma sintonia perfeita com a energia do outro, partilharão aspectos pessoais, ideais, preferencias e filosofias de vida muito idênticas.

A carta de Tarot que simboliza a união de Almas-Gemeas é o SOL. E o Sol representa a luz na sua forma mais perfeita, a evolução e a concretização plena do amor mais puro.

“ O DEUS SOL É O DEUS UNIVERSAL, PERDURANDO POR TODAS AS FORMAS, QUER DE DIA, QUER DE NOITE, CÓSMICAS E UNIVERSAIS.” Citação retirada do livro da sabedoria dos textos egípcios.

E o Sol quando nasce no horizonte, faz incidir seus raios de luz sobre todos sem excepção. Só não os recebe quem não quer. Muitos serão os que duvidam ser possível um relacionamento de Almas-Gémeas, quando as energias predominantes neste mundo afectam negativamente de alguma forma a maior parte dos seres humanos, mesmo os mais conscientes.

Pessoalmente acredito que mesmo neste mundo caótico, pode ser possível um relacionamento completo, desde que reunidas todas as condições necessárias. Dois seres humanos que tenham passado por um ou mais relacionamentos, e que deles tenham retirado um aprendizado válido, contêm em si todo o conhecimento transmitido pela experiência e pela maturidade adquirida, serão esses dois factores que lhes permitirão saber gerir um novo relacionamento com equilíbrio e a percepção do que querem ou não querem colocar nele.

Para um relacionamento completo e perfeito em todos os aspectos, será necessário que predomine um conjunto de sentimentos mútuos tais como: O respeito; a confiança; a admiração e o amor. Será a união de todos estes sentimentos em simultâneo que unificarão fortes alicerces num relacionamento onde será permitido e acima de tudo valorizado o espaço e a individualidade de cada um.

Não podemos esquecer que existem relacionamento karmicos, e que esses sim, são difíceis de gerir consoante os resgates karmicos que necessitem de ser ajustados. E que após passarmos por um relacionamento do género, muitas vezes ficamos devastados com marcas profundas, que dificultam a possibilidade de investirmos num novo relacionamento. Fica-nos incutido o medo de voltar a tentar.

Não queremos sofrer e a melhor forma que arranjamos para evitarmos esse sofrimento, é fecharmo-nos ao amor. Esquecemo-nos de que assim fechamo-nos igualmente à felicidade da partilha, de sentir hepatia, da descoberta e da sensação de estarmos a apaixonarmo-nos. Haverá maior estimulo para querermos viver neste mundo, do que sentirmos a deliciosa sensação das palpitações sentidas no coração que acompanham o despontar do Amor? Por vezes para que algo se possa mostrar como uma realidade, basta acreditar, sentindo com real firmeza que somos merecedores de Amar e sermos Amados com igual intensidade.

“ Conhece tua própria Alma. Aventura-te a trilhar teu interior decifrando teus enigmas, reconhecendo teus receios, aqueles que te impedem de acreditar ser possível o verdadeiro Amor. Escuta atentamente a voz de teu coração, ele te contará toda a verdade que necessitas saber e te fará sentir todo o sentimento que necessitares sentir.

Ninguém mais te dirá maiores verdades senão as que teu coração tem para te contar. Predispõe-te a ouvi-lo, e dele ouviras as palavras que mais te enaltecerão. Se te predispuseres a entrar profundamente dentro de ti mesmo, aprendendo a reconheceres-te, reconhecerás na Alma do outro, a tua própria Alma. ”
Autoria de:Sofia Morgado & José Varela





O que é o Amor?

É um pedaço do teu corpo entregue em outra alma,
É o pensamento que vaga distante, quando tu não estás presente.
É o jeito de falar com os olhos, sem precisar nada dizer,
É só se perceber o brilho, que ofusca a quem se busca...
É deixar vagar a mente...
É saber que mesmo distante, tens teu coração junto ao meu...
É saber que tu podes penetrar no meu corpo, sem precisar me tocar...
É sentir que estás perto, mesmo sem te enxergar...

É perceber que tu chegastes com o tempo...
Nos descaminhos que nos fizeram unir os corpos,
Como se as almas se encontrassem...
É sentir-se completo, pleno, cheio de forças e de sonhos...
É poder sentir teu toque, teu cheiro, teu gosto, teu ser...
É sentir o ofegar da tua respiração, quando encontra com a minha...

É saber que teu abraço, me sustenta e me ampara...
É ouvir tua voz trêmula, com medo da vida que me trouxestes até tu.
É ver que o tempo passou mais devagar para mim...

O Amor, o que é o Amor...
nessa vida sem rumo, sem tempo certo?
É o encontro da escuridão da noite, com os raios do sol...
É o nascimento da semente, que cresce para a vida...
Que faz crescer a flor, que exala o mais doce perfume...
E que se deixa morrer, para que dela outras possam nascer...

O Amor, o Amor é...

O encontro das gotas do mar, que fazem crescer as águas...


É a chuva que cai...
É o vento forte, que se mostra na tempestade...
É a brisa que te beija sempre ao amanhecer...
É o sol que brilha, lembrando que é hora de um novo amanhecer...

O Amor, o Amor é...

Como a vida, que começa devagar, nos passos incertos de uma criança...

Depois continua na incerteza de passos ainda mais incertos...
E por fim, se vê o caminho que o tempo não te deixou seguir
Por não ter chegado a tua hora...


E quando é a hora de Amar???
São todos os segundos que a vida te entrega,
São todas as manhãs que o dia te chama,
São todas as noites que o dia te cala.

É quando teu coração se prepara para dar,
Não esperando para receber...
É quando tu te entregas, sem medo de perder...
É quando tu consegues sorrir de tanto chorar...
É quando tu consegues se elevar dos sonhos...
É quando teus lábios murmuram o silêncio...
É quando tua voz penetra no espaço...
É quando tu sentes que chegou tua hora...
É quando as horas encontram seu tempo...
É quando um pedaço de mim se vai...
É quando percebo que tu já não vives em mim..

É então que busco encontrar os sonhos...
Para então poder ter a vida ao meu alcance...
Antes que eu não possa mais senti-la...
É tentar te encontrar na eternidade...
Para novamente poder te Amar...

(desconheço o autor)
Photobucket

29 de jun de 2012

Poema Sufi - Rumi

Poema místico

Poema místico
Alguém bateu à porta da Bem-Amada, e uma Voz lá de dentro perguntou:
- Quem está aí?
E ele respondeu - Sou eu.
A Voz então disse:
- Esta casa não conterá nós dois.
E a porta continuou fechada. Então o Amante foi para o deserto e na solidão jejuou e orou. Retornou depois de um ano e bateu novamente à porta. E de novo a Voz perguntou:
- Quem é?
E o Amante respondeu:
- És tu mesma!
E a porta lhe foi aberta.

Coração
"Em cada coração há uma
janela para outros corações.
Eles não estão separados,
como dois corpos.
Mas, assim como duas lâmpadas
que não estão juntas,
Sua luz se une num só feixe."

(Jalaluddin Rumi)



Jalaluddin Rumi
Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket

Tempo

Que o AMOR seja leve de tal forma que o tempo nunca leve.
"O esperado é só o começo. O inesperado é que muda a nossa vida."

fonte web
Photobucket

Nunca mais.............

"O verdadeiro amor de quem se ama tece a mesma antiga trama e não se desfaz. A coisa mais bonita desse mundo é viver cada segundo como nunca mais."
Vinicius de Moraes
Photobucket

Oceano

"Assim como o oceano só é belo com luar. Assim como a canção só tem razão se cantar. Assim como uma nuvem só acontece se chover. Assim como o poeta só é grande se sofrer. Assim como viver sem ter amor não é viver. Não há você sem mim, e eu não existo sem você."
 Vinicius de Moraes
Photobucket

Eu amo de verdade

"Eu gosto do impossível, tenho medo do provável, dou risada do ridículo e choro porque tenho vontade, mas nem sempre tenho motivo.
Tenho um sorriso confiante que as vezes não demonstra o tanto de insegurança por trás dele.
Sou inconstante e talvez imprevisível.
Não gosto de rotina. Eu amo de verdade aqueles pra quem eu digo isso, e me irrito de forma inexplicável quando não botam fé nas minhas palavras.
Nem sempre coloco em prática aquilo que eu julgo certo.
São poucas as pessoas pra quem eu me explico..."
Correr atrás daquilo que realmente queremos é uma obrigação nossa!! Viva.. ame.. pense.. erre.. e depois do erro corra atrás de refazer o seu acerto.. nada é pra vida toda... O importande é ser feliz sempre! Não pense no mal, pense apenas no bem, que assim a felicidade um dia vem..
*Renda-se, como eu me rendi... Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei... Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento.*
Clarisse Lispector
Photobucket

28 de jun de 2012

Especial

//// .*,,*. Não
( ,’o')(‘;’ ) importa
(“)=(“)(“)#(“) se é…

De manhã…
De tarde…
De noite…
De madrugada…

Se estou…
Perto…
Longe……
Ocupado…
Triste ou…
Alegre…

O que importa…
È que eu lembrei de
você neste momento!
E estou aqui pra dizer que
Você é especial :)
Beijo


PS: 1 SÓ

Leia esta musica

 “&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&& &&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&& &&&&&&&&&&&&&&&” Linda ne?Fiz pra vc.chama-se “sem palavras” porque quando existem pessoas especiais em nossas vidas não existem palavras que possam traduzir a sua importancia

Não basta

Photobucket

Pensamento

Photobucket

27 de jun de 2012

UM OLHAR SÓ PRA MIM


Busco um olhar que me compreenda,
Um olhar que sorria e que me faça sorrir,
Aquele olhar que veja com o coração e fale ao meu coração,
Um olhar que me emocione, que me conquiste...
Busco um olhar que me perturbe, que me deseje...
Um olhar que em meio a todos, olhe apenas pra mim,
Um olhar amigo, um olhar amante,
Um olhar mudo, que diga tudo que preciso ouvir,
Aquele olhar que refrigere toda ansiedade e aqueça a alma,
Um olhar que me beije, que chore comigo...
Busco um olhar que não se desvie do meu,
Que me provoque, que me encare...
Um olhar de amor, de admiração, de respeito,
Tudo começa no olhar,
Olhares se cruzam numa fração de segundo,
E se apaixonam...
Aprisionam-se numa eterna necessidade...
E que prisão maravilhosa!
Busco um olhar que me acomode na masmorra de seu castelo...
Um olhar que me prenda e me encante pra sempre!
((Alda Marques))

Talvez

Talvez a liberdade me traga sonhos de insanidade
Mas eu não posso desistir de tentar...
Talvez o sonho se apague e revele a verdade
Mas eu não posso desistir de lutar...
Talvez a verdade me engane,
Mas eu não posso desistir de acreditar...
Talvez a realidade se corrompacom a humanidade
Mas eu não posso desistir de criar...
Talvez a dor me tire todas as forças
mas alguma há de restar...
Talvez a humanidade se esqueça do ideal de liberdade

Mas eu não posso desistir de SONHAR!



((Rainha Elizabeth -))

Este teu Olhar ...

Há, neste olhar com que me olhas,
alguma coisa a mais que não defino,
algo assim inacessível
e ao mesmo tempo tão chegado.

Há, neste olhar com que me olhas,
uma luz profunda
que me embriaga
e me faz tremer,
ciente de que me vês.

Há, em teu olhar
e no teu jeito,
alguma coisa de íntimo
que me arrebata,
e me atira
num deslumbramento
febril, inebriante.

Sei que me sentes,
embora sem palavras
nos falamos.

Tu sabes que sou a meta,
eu sei que tu és o fim.


-(( A.Bueno -))

Queria

"Eu só queria um colo para encostar minha cabeça e fingir que o
mundo lá fora não existe. ”

 (Clarice Lispector)

26 de jun de 2012

O amor é…

…um lugar onde o coração descansa e vive em paz.
…um ponto onde a tempestade não alcança.
…um lugar onde existe o conforto em épocas de dificuldade.
…um espaço onde aquele
sonho solitário vira uma realidade a dois.
…um sentimento que tem delicadeza, e dá
saudade.
…um cantinho onde o coração se abriga por um tempo e mesmo que este abrigo deixe de existir, só a lembrança desse amor que aconteceu viverá para sempre no coração dos que dele
provaram.

Para alguns, o amor pode ser leve, alegre, gentil e representa toda a felicidade que existe na face da terra, colocando o riso nos olhos e a esperança na alma.
Para outros o amor pode ser duro, doído e cruel.

Alma Gemêas

"Alma
 gémea de minha'lma...
flor de luz de minha vida....
Sublime estrela caída...
das belezas da amplidão
Quando eu errava no mundo...
triste e só, no meu caminho,
Chegaste, devagarinho,
E encheste-me o coração....
Vinhas na bênção das flores
Da divina claridade,
Tecer-me a felicidade
Em sorrisos de esplendor!!!
És meu tesouro infinito,
Juro-te eterna aliança,
Porque sou tua esperança,
Como és todo meu amor!
Alma gémea de minha'lma,
Se eu te perder algum dia...
Serei tua escura agonia,
Da saudade nos seus véus...
Se um dia me abandonares,
Luz terna dos meus amores,
Hei de esperar-te, entre as flores
Da claridade dos céus."
- Emmanuel (psicografado por Chico Xavier)

25 de jun de 2012

O pequeno príncipe e a raposa


E foi então que apareceu a raposa:
- Bom dia, disse a raposa.
- Bom dia, respondeu polidamente o principezinho, que se voltou, mas não viu nada.
- Eu estou aqui, disse a voz, debaixo da macieira...
- Quem és tu? Perguntou o principezinho. Tu és bem bonita...
- Sou uma raposa, disse a raposa.
- Vem brincar comigo, propôs o principezinho. Estou tão triste...
- Eu não posso brincar contigo, disse a raposa. Não me cativaram ainda.
- Ah! Desculpa, disse o principezinho.
- Após uma reflexão, acrescentou:
- Que quer dizer “cativar”?
- É uma coisa muito esquecida, disse a raposa. Tu não és ainda para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos. E eu não tenho necessidade de ti. E tu não tens necessidade de mim. Não passo a teus olhos d uma raposa igual a cem mil outras raposas. Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás para mim único no mundo. E eu serei para ti única no mundo...
...Mas a raposa voltou a sua idéia.
- Minha vida é monótona. Eu caço as galinhas e os homens me caçam. Todas as galinhas se parecem e todos os homens se parecem também. E por isso eu me aborreço um pouco. Mas se tu me cativas, minha vida será como cheia de sol. Conhecerei um barulho de passos que será diferente dos outros. Os outros me fazem entrar debaixo da terra. O teu me chamará para fora da toca, como se fosse música. E depois, olha! Vês, lá longe, os campos de trigo? Eu não como pão. O trigo para mim é inútil. Os campos de trigo não me lembram coisa alguma. E isso é triste! Mas tu tens cabelos cor de ouro. Então será maravilhoso quando tiveres me cativado. O trigo, que é dourado fará lembrar-me de ti. E eu amarei o barulho do vento no trigo...
E a raposa calou-se e considerou por muito tempo o príncipe:
- Por favor... cativa-me! Disse ela.
- Bem quisera, disse o principezinho, mas não tenho muito tempo. Tenho amigos a descobrir e muitas coisas a conhecer.
- A gente só conhece bem as coisas que cativou, disse a raposa. Os homens não têm tempo de conhecer coisa alguma. Compram tudo prontinho nas lojas. Mas como não existem lojas de amigos, os homens não têm mais amigos. Se tu queres um amigo, cativa-me!
- Que é preciso fazer? Perguntou o principezinho.
- É preciso ser paciente, respondeu a raposa. Tu te sentarás primeiro um pouco longe de mim, assim na relva. Eu te olharei com o canto do olho e tu não dirás nada. A linguagem é uma fonte de mau-entendidos. Mas, a cada dia, te sentarás mais perto...
No dia seguinte o principezinho voltou.
- Teria sido melhor voltares à mesma hora, disse a raposa. Se tu vens, por exemplo, às quatro da tarde, desde as três eu começarei a ser feliz. Quanto mais a hora for chegando, mais eu sentirei feliz. Às quatro horas, então, estarei inquieta e agitada: descobrirei o preço da felicidade! Mas se tu vens a qualquer momento, nunca saberei a hora de preparar o coração...É preciso ritos...
... Assim o principezinho cativou a raposa. Mas, quando chegou a hora da partida, a raposa disse:
- Ah! Eu vou chorar.
- A culpa é tua, disse o principezinho, eu não queria te fazer mal; mas tu quiseste que eu te cativasse...
- Quis, disse a raposa.
- Mas tu vais chorar! Disse o principezinho.
- Vou, disse a raposa.
- Então, não sais lucrando nada!
- Eu lucro, disse a raposa, por causa da cor do trigo.
Depois ela acrescentou:
- Vai rever as rosas. Tu compreenderás que a tua é única no mundo. Tu voltarás para me dizer adeus, e eu te farei presente de um segredo.
Foi o principezinho rever as rosas:
- Vós não sois absolutamente iguais a minha rosa, vós não sois nada ainda. Ninguém ainda vos cativou, nem cativaste a ninguém. Sois como era minha raposa. Era uma igual a cem mil outras. Mas eu fiz dela um amigo. Agora ela é única no mundo.
E as rosas estavam desapontadas.
- Sois belas, mas vazias, disse ele ainda. Não se pode morrer por vós. Minha rosa, sem dúvida um transeunte qualquer pensaria que se parece convosco. Ela sozinha é porém mais importante que vós todas, pois foi a ela que eu reguei. Foi a ela que pus sob uma redoma. Foi a ela que eu abriguei com o paravento. Foi dela que eu matei as larvas ( exceto duas ou três borboletas). Foi a ela que eu escutei queixar-se ou gabar-se, ou mesmo calar-se algumas vezes. É a minha rosa.
E voltou, então, à raposa:
- Adeus, disse ele...
- Adeus, disse a raposa. Eis o meu segredo. É muito simples: só se vê bem com o coração. O essencial é invisível para os olhos.
- O essencial é invisível para os olhos, repetiu o principezinho, a fim de se lembrar.
-Foi o tempo que perdeste com a tua rosa que fez tua rosa tão importante.
-Foi o tempo que perdi com a minha rosa... repetiu o principezinho a fim de se lembrar.
- Os homens esqueceram essa verdade, disse a raposa. Mas tu não deve esquecer. Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas. Tu és responsável pela rosa...
- eu sou responsável pela minha rosa... repetiu o principezinho, a fim de se lembrar.

Sinto-me responsável por todos aqueles que eu cativei, ou que me cativaram. Isso é fácil? Não. Por vezes deixo de cuidar bem de cada um, com carinho e atenção que merecem. Mas cada amigo é para mim algo inestimável. É a grande oportunidade de aprender e de crescer como pessoa.Há pessoas que são um equívoco, que talvez eu não soubesse cativar, ou que talvez eu reconhecesse nelas as minhas fraquezas e defeitos, e sendo assim eu descartei, deixei de lado de uma vez. Outras o tempo e espaço separaram, mas são como o trigo para mim, uma simples recordação me remete aos bons momentos juntos.Eu amo todos que me cercam. Gostaria que todos soubessem, caso eu não tenha dito. As palavras, às vezes ficam travadas em nossa garganta, simplesmente não saem. Mas quando me encontrar, saiba que é com um grande abraço que retribuirei tua amizade.

24 de jun de 2012

O amor

O amor, amor verdadeiro, só o sentimos quando esse sentimento não vem acompanhado de sentimentos como egoísmo, medo, ciúmes, ou apego material. O amor é livre. Amor é aceitação do outro com todos os seus defeitos e qualidades, auxiliando essa outra pessoa em seu crescimento, fazendo com que veja os erros cometidos.
Amor vem acompanhado com a caridade. É dar-se sem pensar em recompensas. É viver para ser feliz não em função de ninguém, mas em função de si mesmo. Se desejas amar, fazer alguém feliz, procura antes de tudo, amar-se e sentir-se feliz como és.
Amor tem diversas faces: o amor fraternal, que existe entre irmãos, entre amigos, entre pessoas afins; o amor carnal, que é puramente materialista, físico; o amor espiritual que é o amor caridoso, que faz com que nos comportemos de maneira carinhosa e autruísta perante um desconhecido, auxiliando-o sem esperar nada em troca e o amor entre almas, o amor que nasce entre duas pessoas e que faz com que ambos se aceitem como são. É o amor que nos permite viver com cuidado e zelo com uma outra pessoa, sem que haja uma postura de “alguém pertencer a alguém”, “ele é meu”, “ela é minha”.
Amor de almas é o amor que nos permite desejar a felicidade do próximo em primeiro lugar.
Amor de almas é o amor que nos permite agir com cuidado e zelo conosco também. Nos cuidamos para agradarmos o outro e assim termos cuidado e zelo com o outro.
Amor de almas é o amor que somente as almas podem compreender. Não adianta tentar encontrar respostas na razão.


23 de jun de 2012


Dá-me a Tua Mão

de Clarice Lispector





Dá-me a tua mão:
Vou agora te contar
como entrei no inexpressivo
que sempre foi a minha busca cega e secreta.
De como entrei
naquilo que existe entre o número um e o número dois,
de como vi a linha de mistério e fogo,
e que é linha sub-reptícia.

Entre duas notas de música existe uma nota,
entre dois fatos existe um fato,
entre dois grãos de areia por mais juntos que estejam
existe um intervalo de espaço,
existe um sentir que é entre o sentir
- nos interstícios da matéria primordial
está a linha de mistério e fogo
que é a respiração do mundo,
e a respiração contínua do mundo
é aquilo que ouvimos
e chamamos de silêncio.
Você diz que ama a chuva, mas você abre seu guarda-chuva quando chove. Você diz que ama o sol, mas você procura um ponto de sombra quando o sol brilha. Você diz que ama o vento, mas você fecha as janelas quando o vento sopra. É por isso que eu tenho medo. Você também diz que me ama
((William Shakespeare))
Não nasci para ser adequada, coerente, adorável. Nasci para ser gente. Para sentir de verdade. Tenho vocação para transparências e não preciso
ser interessante o tempo todo. Por isso, não espere que eu supere as suas expectativas: às vezes, nem eu supero as minhas.

 Marla de Queiroz
Que na esquina de todas as dores, o amor seja o aconchego, o colo de que se necessita. Que na travessia da solidão, haja o preenchimento de nós
mesmos por dentro como a melhor companhia. Que não falte amparo quando o abraço esperado estiver longe. E que na nossa rotina de dores e amores que ficam e vão, que mesmo com todas as lacunas e vãos, possamos cumprir, nesta existência, lindamente a nossa missão.

Marla de Queiroz
Quero você aqui, no meio das minhas coisas, meus livros, discos, filmes, minhas ideias, manias, suspiros, recortes. Respirando o mesmo ar e todas coisas que alimentam àquela nossa, tua, minha inesgotável saudade. Entra, não pergunte se pode ficar. Vem e fica. Vai e volta.
Gabito Nunes

Almas

De almas sinceras a união sincera
Nada há que impeça: amor não é amor

Se quando encontra obstáculos se altera,
Ou se vacila ao mínimo temor.
Amor é um marco eterno, dominante,
Que encara a tempestade com bravura;
É astro que norteia a vela errante,
Cujo valor se ignora, lá na altura.
Amor não teme o tempo, muito embora
Seu alfange não poupe a mocidade;
Amor não se transforma de hora em hora,
Antes se afirma para a eternidade.
Se isso é falso, e que é falso alguém provou,
Eu não sou poeta, e ninguém nunca amou.